domingo, 20 de novembro de 2011

Hollywood Tour - Parte 2

Olá leitores!

Continuando minha viagem, no outro dia ERA pra eu ir na Universal Studios... O problema é que eu enrolei um pouquinho, já que tinha passado dois meses acordando cedo (inclusive final de semana). Desci pra imprimir o ticket, mas o gerente disse que não podia imprimir pra mim, que era pra eu ir em uma Staples, foi me explicar e não entendi muita coisa...

Pois, do nada, um moreno que também estava na recepção disse que me levava e eu aceitei... É, nada sensato, mas o cara parecia ser boa pessoa, tinha um carro bacana... e foi quando eu morri! hahahahahaha estou brincando, ele me levou pra imprimir o ticket. Depois, perguntou se eu acompanharia ele no Walmart. Fui porque não tinha muita escolha... E ele emendou com um almoço no iHop e uma visita no mesmo lugar que o guia tinha me levado no dia anterior.

Com alguma insistência minha, e já com o horário avançado (16 horas), chegamos na Universal Studios Hollywood.

No guichê, Gabriel foi comprar o ticket dele, mas descobriu que não valia a pena, porque o parque fechava às 6 horas. Eu, pra não ser mal-educada, concordei em acompanhar ele pela City Walk. Foi legal, conheci o Hard Rock Cafe que tinha lá e sua decoração tão amazing!

Se você, garota que está lendo esse blog, quiser um lugar pra conhecer caras gatos, esse lugar é o City Walk da Universal! Só naquele dia encontrei 5! Naquele dia, voltei cedo e aproveitei pra conversar com a fofa da Juliane Bulhões.

No outro dia, me atrasei de novo. Motivo? Problemas! Sim, gente, deu problema em relação à datas com a família de Miami que estava conversando e tive que resolver o pepino... Quando resolvi, já eram 3 horas da tarde...

Cheguei na Universal (North Hollywood to Union Station, primeira parada, atravessa o cruzamento, sobe a rua e tem um ponto que o ônibus do parque te pega gratuitamente. Falando nisso, para andar por LA compensa comprar o Day Pass, que é 5 dólares e vale tanto pra ônibus quanto pra metrô #ficadica) e peguei uma fila enorme para ir na Emotional Cabin com o tema do Simpsons. O problema do brinquedo é que o tempo que você passa dentro do brinquedo é menor do que o tempo que passa na fila! Mas vale a pena! Eu dei tantos gritinhos de alegria, é uma delícia e você sai um pouco molhada...
(Foto do Tio Google, porque dei conta de perder as fotos desse dia... #burraeu)

Outro que fui foi no Shrek 4D e também foi divertido! Pena que não consegui ir em outros brinquedos, porque naquele dia eles decidiram fechar uma hora mais cedo, às 5. Mas como tenho um passe que vale para 2012 inteiro, com certeza volto!

(Essas fotos são minhas, do primeiro dia...)

(Êta lugar bom!)

Até a próxima!

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Hollywood Tour - Parte 1

Olá leitores!!

Bom, como várias pessoas sabia, eu estava de rematch... Acabei meio conseguindo uma coisa em Miami (au pair sem agência tem dessas coisas...), com isso meu pai me autorizou a passar uns dias em Los Angeles pra conhecer a cidade antes de me mudar! Olha que pai legal que eu tenho né?!

Procurei em sites pra encontrar um hotel barato, achei, fiz a reserva e sábado (dia 22) cheguei "de mala e cuia" lá! Pelo que eu tinha visto nas fotos, era um hotel chinfrinzinho, o quarto era uma cama e uma tv, sem banheiro. Quando eu cheguei aqui, levei um susto! Hotel bacana, quarto e banheiro enorme, tv, microondas, geladeira, armario, mesinha e ar condicionado! Amei! (Super 8 North Hollywood - 7541 Laurel Canyon Blvr, paguei U$55,20 a noite)

No outro dia já sabia onde ia: Calçada da Fama! Pedi informação para o recepcionista do hotel sobre onde eu pegava o ônibus pra ir pra lá, ele me explicou (errado, diga-se de passagem), fui andando e me perdi. Bom, resumindo, levei um tempinho a mais pra encontrar a estação de trem. Peguei o trem certo e parei na estação Hollywood/Highland.

Gente, atenção: ao visitar este belíssimo lugar, tente não ficar deslumbrado com tudo o que vê, ou você pode perder dinheiro. A buurra aqui chegou e já entrou na primeira loja de presentes que viu, comprou chaveiro, imã de geladeira e cartões postais. Depois viu que tinha várias outras lojas. Fui andando e vendo o nome nas estrelas. De repente, fui abordada por um cara vendendo tour que passava pelas casas dos famosos, pela Rodeo Drive e uma parada de 20 minutos no Hollywood Sign. Pensei "por que não?" e paguei (outro erro, poderia ter conseguido mais barato).
(Dá pra ver o Hollywood Sign? Não? Mas ele está aí tá?! )

Foi muito legal, o problema é que levei cantada de um australiano (que falava e falava e eu não entendia nada por causa do sotaque...) e do guia, que me chamou para uma festa a noite, disse que também era ator, aquele migué básico... Depois do tour, voltei a ver as estrelas e procurar a da minha atriz preferida - como todos sabem - Audrey. Fiquei irritada porque tem estrela pra várias pessoas que nunca ouvi falar, mas a dela, que foi um ícone do cinema, fica perdida na Vine St.

Voltando, achei uma lanchonete vegan,que fiz questão de parar e tomar um suco de laranja. Foi um pouco decepcionante porque imaginava que seria laranja brasileira e era americana (o gosto é MUITO diferente), mas estava gostoso. Continuei andando distraída tentando absorver tudo, quando fui abordada por uma mulher, convidando pra fazer um tour por um museu, que era de graça. Como gosto de ver museus, principalmente se eles forem com entrada grátis, concordei. E, de repente, me vejo no museu do pai da Ciêntologia, a religião do Tom Cruise e do falecido Michal Jackson. Isso que dá não entender os convites que te fazem... hahahaha

Terminei o dia com o famoso Museu Madame Tussauds, a cerejinha linda do bolo! Esse museu eu recomendo, porque vale a pena! Dica: compre o ticket pela internet, que custa mais barato. O percurso começa com uma foto tua com a réplica do Barack Obama, tirada pela equipe do Museu, seguida pelo terceiro andar. Neste andar tem as réplicas de: Simon Cowell, George Lopez, Angelina Jolie, Brad Pitt, Jennifer Aniston (colocada em um lugar que dá impressão que está invejando o ex-marido e a atual esposa dele), Britney Spears, Jennifer Lopez, Snoop Dogg, Kim Kardashian, Shakira, Justin Timberlake...

(Ai esse Justin que me sobe a cabeça... haha)

O segundo andar é dedicado aos atores caracterizados como seus personagens mais famosos. Tem James Dean como Jim Stark (personagem de Rebel Without a Cause), Vivien Leigh como Scarlett O'Hara, Uma Thurman em Kill Bill e Johnny Depp como Jack Sparrow. Tem também grandes diretores como Alfred Hitchcock e Quentin Tarantino. Em outra sala, você pode ver lendas do esporte; em mais outra, personagens de filmes da Marvel como Wolverine, Thor, Iron Man e Spider Man.
(É, sai beijando meus preferidos! hahaha)

É interessante como parecem de verdade! O cabelo, as sobrancelhas, as unhas... O globo ocular é tão real que você acaba olhando por uns 10 minutos até lembrar que não é de verdade... Vou ter que contar: primeira estátua que eu vi foi do Simon Cowell, só que não reconheci de cara e achei que era uma pessoa... quando eu virei pra falar com ela, aí que lembrei que estava no museu... Quase paguei mico! haha

Voltei totalmente cansada, mas no ponto de ônibus, esperando pra pegar a linha que me levaria pra perto do hotel, conheci um cara chamado Kevin e ele me contou como ele tinha entrado em coma e perdido a memória (e isso o levou a perder o driver's license): Ele tinha um amigo, que estava bêbado e queria dirigir. Ao tentar convencer o cara pra parar, ele foi jogado do carro em alta velocidade, bateu a cabeça no chão e ficou em coma. Perdeu 11 anos de memória e rasparam o cabelo que desde sempre ele tinha usado grande... Que história! Fiquei boba, não sei se é verdade ou não...

(Foco péssimo, prometo que vou aprender a mexer para os próximos vídeos!)

O próximo post será a continuação das minhas pequenas férias...

Até...